quarta-feira, 17 de junho de 2009

Paraíso dos irresponsáveis

Eu só digo que 2 terços do ano, trabalhamos para corrigir as… incorrecções... Estamos no país em que ninguém é responsável por mer... nenhuma, começando pela classe politica que nos sorve o sangue, qual sanguessuga, e nos enterra vivos por que se esqueceu de nos matar mas para resolver multa-nos. Porra...

Um jovem, teve a triste ideia de testar o sistema que suporta a base de dados dos cadernos eleitorais, e o que fez o corajoso ingénuo? Tendo mudado de residência, foi alterar a sua morada e nestas passadas eleições, resolveu fazer o teste, e… pois claro, foi votar nos dois sítios para ver de “dava”. Deu. Não satisfeito e por ter uma vontade enorme, (quanto a mim justificada e subscrita), de gritar que isto é um bando de energúmenos irresponsáveis, foi ao jornal da localidade, (salvo erro, Diário de Leiria), e denunciou a possibilidade que existe de praticar a fraude comprovadamente e exercitada pelo próprio! Resultado, o responsável pela comissão de eleições, desvalorizou dizendo que esse facto não tem valor estatístico, e que se ficou a dever a um erro do malogrado computador, (já era tempo de as pessoas compreenderem que culpar um computador de erros humanos, é sinonimo de um nível de iliteracia estupidificante bastante alto, sendo que ficam mal nessa fotografia), e assim sendo resta processar o dito jovem por crime de fraude contra a democracia de um estado de direito, crime punido com não sei o quê, mas uma coima vem de certeza! Não?

1 comentário:

  1. "deveu" não existe.deverias ter escrito" ficou a dever".Voltarei sempre.Abraço.Bom blog!

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares