segunda-feira, 1 de junho de 2009

"Sá" me faltava mais essa.

Apesar de nutrir alguma simpatia pelo Sr. Dr. Eduardo Sá, aterroriza-me aquela ideia do “Estado” dever ensinar o que são os sentimentos da sexualidade nos pequenos. Já alguma vez se questionaram, acerca de para que serve uma família? E a sã convivência entre pessoas de ambos os sexos, depois de bem ensinada, toda a biologia e anatomia reprodutiva, cuidados de saúde íntima, conjugal e pública, prevenção de gravidezes indesejáveis e de DST (doenças sexualmente, transmissíveis), respeito próprio e pelo outro(a), e toda uma outra lista infindável de coisas que os “putos”, e muitos graúdos, devem saber, bem explicada e sem tabus nem palavrões “escrotais”
“- Conforme publicado no DR de 34 de Oitembro, no ponto K da alínea X do art. Do coiso... – O limite máximo para o tempo de um orgasmo é definido pelo coeficiente de relação entre a matéria colectável e o PIB, tendo em conta o extracto social a que pertence, deduzidos os rendimentos auferido no período fértil da coisa...”
"Sá" me faltava mais essa.

Sem comentários:

Enviar um comentário

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares