quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

Copulou freneticamente enquanto roía uma cenoura...

Passei pelo jardim zoológico e perguntei baixinho, por vergonha, a um babuíno se estava preocupado com a vinda do FMI a Portugal. O indivíduo ignorou-me, virou-me as costas e correu ávido para junto de uma fêmea com quem copulou freneticamente enquanto roía uma cenoura... Há vidas melhores! São é mais baratas… 

Bem sei que esta é uma reedição! Mas é tão...

© Mário Rodrigues - 2011

10 comentários:

  1. ahahahahahahahahahahahaahahahahah
    estava mesmo a precisar de rir
    (o pior é que já tenho aqui colegas a olhar com cara de caso e a perguntar "passaste-te? o que é que foi agora?")

    ResponderEliminar
  2. É sempre um grande momento, mas olha que a vida está-se-lhe a encarecer à medida que mudam as preocupações, em Maio de 2009 o gajo não roía coisa nenhuma... ;)))

    ResponderEliminar
  3. Rir sozinha, bem alto, logo de manhã, é das melhores coisas; foi o efeito que teve este post em mim.
    Bom dia Mário!:)

    ResponderEliminar
  4. Bem dito:"Há vidas melhores! São é mais baratas".Bem e neste dia especial te dou de novo uns parabéns e espero que tenhas um bom dia junto dos teus e que mais te amam.
    Um grande abração ao meu faizão.
    P.S:(enganei-me é paizão)

    ResponderEliminar
  5. essa cenoura deve ser muito grande... ainda está a roê-la???

    ResponderEliminar
  6. Tanto tempo ausente, imagino alguns textos cheios de uma certa peculiaridade a que nos habituou, por ai escritos cheios de vontade de saltar cá para fora. Espero que seja só falta de tempo.
    Volte Mário, volte... ;)
    Já lhe disse que o seu é possivelmente dos desconhecidos, o meu blog preferido?

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  7. Rosa, preto-velho,;)

    Muito obrigado pela demonstração! :))

    A culpa é minha que dou ouvidos a uma certa insanidade dita de vida!

    Beijos

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares