sexta-feira, 11 de maio de 2012

O sonho dos outros


Os sonhos dos outros são pinturas de pastel ocre que com desprezo chegam aos nossos olhos. Os sonhos dos outros são dores de ânsia liberta num brado de felicidade tentada. Os sonhos dos outros são menores que os meus. Os sonhos dos outros são incoerências. Os sonhos dos outros são loucuras e devaneios despropositados e megalómanos. Os sonhos dos outros são estúpidos e despropositados…
Os meus sim! Os meus são sonhos inteligentes! São tudo o que falta à humanidade realizar. Os meus sonhos são inequívocos e utópicos.
Vejo numa avalanche de centelhas “brun” mãos agitadas num frenesim esquizofrénico tentando segurar uma felicidade sonhada de desconstruir a dor e qual puzzle reconstruida em sonhos dos outros.
Os sonhos dos outros podem e devem ser como os meus; ou o contrario… e devíamos todos sonhar que a vida é um sonho tido a cada noite para realizar a cada manhã…

Dedicado a Bernardo Sassetti

© Mário Rodrigues - 2012

2 comentários:

  1. *
    guardo nos meus ouvidos,
    marés de sons inacabados,
    pautas surfando compassos,
    no piano de Sassetti, .
    ,
    aliado fico, á tua homenagem !
    ,
    saudações musicais deixo,
    *

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares