domingo, 9 de janeiro de 2011

Pregos na tumba do boticário - II

...
- Bons dias tio Gomes!
- Bons dias Márito! Vais já abrir?
- Está quase. Falta um quarto para as nove... Mas se está com pressa diga, que eu despacho-o já!
- Se calhar é melhor, cosdespois tá aí muita gente...
- Não há problema! Diga lá o que se passa...
- Ando de pederneira! Arranjas-me aí algum bosteiro? Qualquer coisa para bostear!...
- Tem aqui leite de rícino. Tome duas colheres de chá já. Se até a meio da tarde não fizer nada, tome mais duas. Quer levar umas folhas de sene? Para fazer um chá para depois?
- É melhor Márito! É melhor...
...
- Olá tio Gomes! Então isso já anda bom?
- É homem! Aquilo foi de aluvião!...
...

Instruções:
Pederneira - prisão de ventre
Bosteiro - laxante
Bostear - defecar
De aluvião - uma purga

© Mário Rodrigues - 2011

4 comentários:

  1. Trata-los tão bem e eles são tão brutos contigo! O que te vale é que não te levam as provas do resultado do tratamento! :)

    ResponderEliminar
  2. Tenho a sensação de estar quase a aprender um novo idioma. :) Adorável também a interacção, dá vontade de passar por ai na próxima maleita. ;)

    ResponderEliminar
  3. Brutos?...
    Não, meu bom amigo! A brutidade, quanto muito, poderia estar nos meus ouvidos!...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Pois é Preta,

    Já lá vão trinta anos!... E aqueles, foram tempos especiais para mim!

    Beijos

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares