quarta-feira, 12 de janeiro de 2011

O senhor já cá veio setenta e duas vezes!...

- O senhor já cá veio setenta e duas vezes!...
- Ah!... Sim!... Está bem!...
...
Fui esta manhã, num passeio que me já é lúdico, à Av. do Brasil, ao I.P.S. para me reabastecer. 

Sempre senti a disponibilização do sangue que me percorre as veias e as artérias, e digo disponibilização porque é o que eu faço! Só daria sangue se ele fosse meu, o que não é o caso! Meu é o que eu domino e controlo e por isso poderia dar ou não, no entanto tal não se aplica ao sangue assim como também não se aplica à medula óssea e outras "cenas" que vão andando pelo corpito do rapaz, mas voltando à disponibilização, desde sempre senti que vou lá receber! Receber vida, alegria e bem-estar! Venho de lá a bater com os calcanhares no rabo!... Quando saio tenho o hábito de dizer obrigado, principalmente porque me sinto na realidade agradecido.

Tenho a noção que isso já deve ter dado algum jeito a alguém, mesmo porque, à razão de aproximadamente 830/850 g de cada vez, apercebi-me hoje, que já me tiraram de dentro mais de 70 kg!... O que faria de mim um gajo com uma elegância estúpida!... Não é o caso!... Não obstante, nunca com tal me ocupei mais de dois segundos de pensamento.

Em outras situações, as profissionais, muitas vezes lamentei não haver umas unidades por ali à mão para meter nos canos de um ou de outro que estava a ficar pálido demais!... Mas, estranhamente ou talvez não, tenho comportamentos díspares em ambas as situações.

De qualquer modo, estas setenta e duas vezes, como dizia a minha avó, nem me "aquenta" nem me "arrefenta". Aliás, tensiono, se ele for estando em condições, emagrecer mais uns belos quilos durante mais uns bons anos...

A propósito, vocês também podem ficar mais elegantes se quiserem! 

© Mário Rodrigues - 2011

2 comentários:

  1. :) não me é permitido ficar mais elegante, isto é o que dá estar do outro lado da barricada, portanto... o meu enormeeeeee obrigada!!!

    ResponderEliminar
  2. Oh, minha bela flor! A beleza da tua elegância demonstra que também emagreces!... Só que de outra maneira! Como sabes, há muitas maneiras de nos reabastecermos, e tu, que eu sei, também te reabasteces... ;-))))

    Beijos

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares