quarta-feira, 7 de julho de 2010

Centelhas cintilantes de luz gelada...


Gotas, gotas, gotas; muitas gotas de cristal...

Ontem, sem esforço e pela acção da brisa, acordarei... Acordarei de um sono que nem pesadelos nem sonhos terá. Acordarei suavemente, precedido de uma expiração demorada que culminaria com a inspiração de centelhas de luz branca...no acto de em nada actuar.
Ontem, quando eu despertar chegar-me-ei à beira da pétala única da flor do jarro e de lá, com os olhos fechados, veria o ponto infinito de onde "desconvergem" as centelhas cintilantes de luz gelada. Elas dirigir-se-iam a mim em movimentos cónicos e de trajectória indefinida. Inspiraria, daí, dessa beira, nada porque nada haveria à partida...

Amanhã, quando terminou a noite que não começou, apesar do aparecimento do segundo sol que permitiu o alinhamento aleatório, fruto das regras inaplicáveis, dos astros, eu que era muitas pessoas teria tido a oportunidade de em pequenos actos microcósmicos, prever que um dia assim será!...
As centelhas virão até nós e perguntar-nos-ão se o vácuo das nossas vidas teve alguma cor...
...perguntar-nos-iam se está na hora de acordarmos!...

© Mário Rodrigues - 2010

6 comentários:

  1. *
    gota a gota,
    cristalizei
    nas tuas palavras,
    ,
    saudações,
    ,
    *

    ResponderEliminar
  2. Quem me conhece, sabe não gosto de trocas de "galhardetes" de circunstância. Não obstante, tenho consciência, porque vejo, que tem muitos seguidores assíduos. Por isso sinto-me lisonjeado com a visita de um poeta.

    ResponderEliminar
  3. quando venho cá repito para mim mesmo que nao posso esquecer-me de visitar o teu espaço por tempos tao longos, como por vezes acontece. deixa ver se é desta que ganho juizo.
    isto é bom mário!

    ResponderEliminar
  4. Olá Luís,

    É mesmo com muito gosto que recebo neste recanto o grande e extraordinário "Unha Negra"!... Não te perco uma unhada! Aquilo também é muito bom!...

    Um abraço

    ResponderEliminar
  5. Assim reinventas o tempo. Será este texto um grito de alerta para as invenções estranhas que nos dominam? Tudo se dilui um dia, o começo e o final que talvez não tenham passado de uma fantasia.

    Gostei da mudança do sistema de comentários!



    Abraço

    ResponderEliminar
  6. Tu, realmente, és um tipo do caraças!... Cada vez tenho mais a certeza que devemos ter bebido uma restemenga qualquer os dois!... Cata-las todas!... Foi o dodó é esta e as outras... Temos de saltar para o próximo nível! Um dia destes começo-te a mandar post's em branco! São silêncio!...

    Três abracitos ;-)

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares