quarta-feira, 16 de junho de 2010

A Mulher...


"O que seria do mundo sem a mulher. Dai às paixões todo o ardor que puderes, aos prazeres mil vezes intensidade, aos sentidos a máxima energia e convertereis o mundo em paraíso, mas tirai dele a mulher, e o mundo será um ermo melancólico, os deleites serão apenas prelúdio do tédio."


Autor: Alexandre Herculano (1908)

2 comentários:

  1. Não sei que musa inspiradora o terá levado a escrever essas palavras, numa altura em que a mulher tinha tantos deveres e tão menos direitos, nem qual seria a ideia das mulheres que lessem essas palavras. A mim fizeram-me recordar de uma situação pungente que me foi descrita pessoalmente por alguém que trocou a vida da capital por uma com uma rapariga da província longínqua, por grande paixão, para acabar afinal por ver goradas, ano após ano, algumas cruéis expectativas. Infeliz, incapaz de diálogo com a consorte que não só não o entende como lhe chama "doutor", aos berros, para o achincalhar, refugia-se agora nas confissões aos amigos atónitos; e acabo por pensar o que seria de mim se as mulheres não tivessem liberdade para pensar, para dialogar comigo de igual para igual, ou para partilhar os prazeres mais comuns da mesma forma. Se não fosse assim, seria eu capaz de reconhecer essas limitações? Não sei, porque o que é normal não se estranha, mas Herculano era um artista, não sei se o seu paraíso seria o inferno de alguém. Mas que as palavras são bonitas, são-no de facto, e aplicadas aos nossos dias mostram-nos que esses sentimentos aplicados à forma como vemos as coisas nos fazem sobressair, talvez por outras razões, tudo o que não é normal e que por isso nos repugna.

    Abraço

    ResponderEliminar
  2. Realmente é como dizes...Naqueles dias, a "mulher templo"... E nos de hoje a "mulher, mulher"...

    Um abraço

    ResponderEliminar

…Escrevo, principalmente, por falta de espaço dentro de mim para tantas emoções e tão grandes (para mim). Anseio pelos comentários, porque fico com a sensação de que os pingos de emoção que transbordo caiem em terras fecundas, e coadjuvam o nascimento de novas emoções, e produzem opiniões e contra pontos e desafios… e isso. Isso é “geleia real”, para as nossas vidas…

Mensagens populares